Festival Gastronômico

O Festival Gastronômico acontece durante a feira na Praça de Alimentação. Todos os restaurantes que tenham em seu quadro de pessoal um chefe de cozinha podem participar. Para 2018 estão sendo preparadas muitas novidades e o ingrediente base para os pratos promete surpreender a todos, os critérios de avaliação são rigorosos como: apresentação do prato; sabor; originalidade; postura do chef; tempo de preparo e nota do público. Prepare-se para degustar os melhores pratos e viajar nos sabores da culinária goiana.

Além da divulgação e visibilidade do Restaurante, os vencedores recebem placa de participação e troféu, além do lucro nas vendas dos pratos.

INTRODUÇÃO

 

    1. Este regulamento é de fundamental importância para o êxito do Festival. Não só você, proprietário de restaurante, como também os seus funcionários e colaboradores deverão estar afinadíssimos com as regras e procedimentos, para que todos realizem, com sucesso, o evento e projetem a imagem da casa conforme o seu mercado. A experiência relatada por alguns estabelecimentos gastronômicos e cidades participantes de Festivais Gastronômicos comprovam ser os festivais um excelente instrumento de divulgação e permanência dos pratos participantes em seus cardápios, pois muitos clientes continuam a visitar os estabelecimentos mesmo após o término do festival.

 

APRESENTAÇÃO

 

    1. O Festival Gastronômico de Rio Verde/GO tem como objetivo criar a cultura  desse tipo de evento buscando divulgar a gastronomia local valorizando o milho nos pratos doces e salgados e assim, alavancar o comercio diretamente ligado a gastronomia oferecendo ao morador local, aos turistas e aos visitantes uma nova opção com degustação de pratos especialmente preparados para o festival e que representem a especialidade do participante a preços diferenciados.
    2. Estes preços devem ser pensados como promocionais, confirmando a ação de atrair não apenas os consumidores habituais, mas principalmente novos clientes inclusive turistas, além de criar eventos e quebrar paradigmas.

 

OBJETIVOS

 

    1. Fortalecer a posição da Secretaria Municipal de Turismo, a ACIRV e outros órgãos como promotores de desenvolvimento;
    2. Incentivar o desenvolvimento do turismo municipal pela divulgação e promoção da gastronomia como diferencial competitivo;
    3. Fomentar a atividade gastronômica do município;
    4. Oferecer uma ótima oportunidade de degustação de pratos bem elaborados;
    5. Incrementar a venda dos restaurantes por meio do convite à sua experimentação e, consequentemente, de sua divulgação;
    6. Apoiar o desenvolvimento dos restaurantes pela divulgação e experimentação.

 

PROMOÇÃO E DIVULGAÇÃO DURANTE O EVENTO

 

    1. A peça básica de promoção e divulgação do Festival será um cardápio guia com a relação dos participantes, nomes e fotos dos pratos da competição bem como os demais produtos oferecidos no festival.
    2. Este impresso será distribuído em todas as mesas da área de alimentação estando disponível aos clientes que frequentarem os restaurantes participantes do evento. Durante o período de realização do festival, haverá divulgação com campanha publicitária na mídia junto à imprensa por meio de assessoria específica.
    3. É importante que o banner de participação seja afixado no estabelecimento em local de fácil visualização, de forma a dar destaque ao festival. Importante também que todos os participantes divulguem o festival informando que estará concorrendo com um prato, e assim atrairá para o evento seus clientes, amigos, familiares e também hotéis e outros comércios da sua região.

 

O PRATO DOCE E SALGADO

 

    1. O Festival Gastronômico de Rio Verde vai oferecer ao público uma oportunidade única de degustação de vários pratos preparados especialmente para a competição usando milho como o ingrediente principal comercializando preços iguais para que todos os participantes ocupem o mesmo espaço.
    2. Estes preços devem ser pensados como promocionais, confirmando a ação de atrair não apenas os consumidores habituais, mas principalmente novos consumidores.
    3. O objetivo desta ação promocional não está voltado somente à atração do público para conhecer os restaurantes participantes, mas também para incentivar o hábito de frequentar restaurantes como um todo e valorizar a gastronomia local.

 

EXPERIÊNCIA ÚNICA

 

    1. Neste festival queremos marcar para o público visitante e amplitude, variedade, força e atratividade da gastronomia rio-verdense, mostrando que a construção de um determinado prato, em uma determinada ocasião, é um pequeno pedaço de um mundo de sabores que o lhe permitirá oferecer a oportunidade de conhecer um pouco mais da cultura gastronômica do município.
    2. Como incentivo foi criada uma forma para premiar a participação do público, todo prato do festival que for adquirido dará direito ao seu consumidor de receber uma ficha para que vote o prato adquirido depositando uma nota de 05 a 10 pontos que serão posteriormente somadas a nota do júri.

 

DA COMPETIÇÃO

 

    1. O Júri será composto por cinco pessoas previamente convidadas pela organização do evento;
    2. Todos os participantes deverão fornecer foto, nome e receita do prato participante do festival como também de todos os outros pratos que serão comercializados durante o festival para que seja confeccionado o cardápio;
    3. O prato participante deverá necessariamente ter como ingrediente principal   o MILHO e ser vendido ao público durante todos os dias do Festival com o preço unificado de R$ 30,00 (Trinta Reais), para todos os restaurantes para que exista equidade;
    4. Será montada uma cozinha itinerante em frente à mesa dos jurados com todo o aparato necessário para a confecção do prato que não poderá exceder o tempo de 30 minutos;
    5. Cada participante deverá elaborar um prato com o ingrediente MILHO para que o júri faça a degustação e emita o seu parecer técnico, será apenas um prato para os cinco jurados, portanto deverá ser observada a porção suficiente para a degustação de cinco pessoas;
    6. O participante deverá conferir todo o material necessário para a confecção do prato concorrente, caso necessite de apoio deverá informar a organização com antecedência;
    7. Ao apresentar a execução do prato, caso queira, o Chef poderá informar ao júri os ingredientes e a técnica utilizada explicando a forma de execução do mesmo, tudo isso será forma de avaliação, no entanto se questionado a informação, está será obrigatória;
    8. Durante a confecção dos pratos será colocada uma filmadora que projetará a imagem do Chef em um telão para que todo o público possa presenciar a beleza do trabalho realizado;
    9. Será obrigatório a participação de todos os competidores em ambas as modalidades sendo salgado e doce;
    10. Para participar do festival os restaurantes deverão ser expositores;

 

DA PREMIAÇÃO MÁXIMA

 

    1. Todos os participantes serão premiados com uma placa de participação do festival;
    2. Para os 1º, 2º e 3º lugares dos pratos doces e salgados, receberão troféus com as respectivas colocações;
    3. Para o primeiro lugar no prato SALAGO além de troféu e placa, será pago um prêmio de R$ 5.000,00 (Cinco Mil Reais);
    4. Para o primeiro lugar no prato DOCE além de troféu e placa, será pago um prêmio de R$ 5.000,00 (Cinco Mil Reais);

 

DA PREMIAÇÃO MINIMA

 

    1. O valor total da premiação refere-se à participação de no mínimo 08 (Oito) restaurantes;
    2. Caso o número de participantes seja inferior a 08, a premiação será a seguinte:
    3. Para o primeiro lugar no prato SALAGADO além de troféu e placa, será pago um prêmio de R$ 2.500,00 (Dois Mil e Quinhentos Reais);
    4. Para o primeiro lugar no prato DOCE além de troféu e placa, será pago um prêmio de R$ 2.500,00 (Dois Mil e Quinhentos Reais).

 

DAS NOTAS

 

    1. Apresentação do prato – 1 ponto
    2. Sabor – 3 pontos
    3. Originalidade – 2 pontos
    4. Postura do Chef – 1,5 ponto
    5. Tempo de preparo – 1,5 ponto
    6. Nota do público – 1 ponto

 

DISPOSITIVOS FINAIS

 

    1. Todas e demais questões que não estejam nesse regulamento serão discutidas junto a comissão julgadora.
    2. A comissão julgadora e formada pelo Presidente da ACIRV, pela secretária executiva da ACIRV e pelo Eduardo de Castro.